Melhor site de preço do Ouro em tempo Real

Estudos arqueológicos revelam que no ano 5000 a.C., o ouro já era trabalhado na Mesopotâmia, e há várias teorias científicas para o seu surgimento , embora algumas delas sejam contestadas e trocadas por outras. A que veremos aqui é esta: o ouro chegou a este planeta por meio de uma chuva de meteoritos. Esta teoria defende que, depois do núcleo formado, houve uma chuva de meteoritos que atingiu a terra. Esses meteoritos continham uma quantidade de ouro considerável que preencheu o manto da terra e a crosta continental. A ideia de que o ouro veio do espaço surgiu pela primeira vez após as missões espaciais Apollo à lua na década de 1970. Os cientistas que examinaram amostras de rocha do manto da lua descobriram muito menos irídio (um tipo de metal) e ouro nessa camada do que em amostras da superfície da própria lua ou da crosta ou manto da terra.
A teoria estabelece que a lua e a terra teriam sido atingidas por meteoritos ricos em irídio, conhecido como condritos. Na lua, eles teriam se espalhado pela superfície, enquanto na terra, teriam alcançado o manto. Uma imensa explosão no espaço teria lançado milhões de partículas de ouro a 110 milhões de quilômetros por hora, formando as rochas do nosso planeta, mas como milhões de fragmentos de ouro puderam se acumular, formando grandes depósitos, não tem ainda explicação.
As maiores jazidas de ouro estão concentradas no sul da Austrália, na China, na África do Sul, no Peru e no oeste dos Estados Unidos.

Gold Chart

 

POR QUE O OURO É TÃO CARO Preço do ouro

 

O ouro sempre foi associado ao luxo, à riqueza, e por muitas vezes ao sagrado, além disso ele sempre representou a riqueza material para a humanidade. Conhecido desde a antiguidade, foi um dos primeiros metais trabalhados pelo homem.
Até algumas décadas atrás a riqueza de uma nação era determinada, principalmente por sua quantidade de ouro, na época das Grandes Navegações, por exemplo, países como Espanha e Portugal eram considerados riquíssimos, pois trouxeram bastante ouro da América recém descoberta.
images
O ouro não se esgota, pelo contrário, ele se recicla, um pedacinho de ouro de 30 gramas pode ser esticado até chegas a 36 quilômetros, ele não se liga com nada a não ser consigo mesmo. Apesar de ser explorado há milênios, a quantidade de ouro encontrada no mundo até hoje é de apenas 160 mil toneladas, pensando na quantidade de tempo, é pouquíssimo.
Além de sua beleza e de sua utilidade, o ouro se torna mais caro justamente por causa disso. A lei da oferta e da procura, por ser escasso, se torna ainda mais valioso, pois não é em qualquer lugar que se encontra ouro, e quando é encontrado, não é em larga escala.
O ouro é usado como moeda de troca desde 3000 a.C. mas somente no século XVIII é que adquiriu um estatuto monetário universal. A maior parte do ouro produzido em todo o mundo é absorvido pelos próprios estados para cunhagem de moeda e principalmente para reservas bancárias para garantia de equilíbrio nas transações comerciais internacionais. Estima-se que mais da metade de toda a produção mundial de ouro tenha este destino.
Além disso, o ouro ainda tem destinos decorativos e funcionais. O uso decorativo designa-se, principalmente à joalharia e aos adornos religiosos. Já suas aplicações funcionais, embora mais recentes, são muitas e estão presentes também na indústria eletrônica e aeroespacial. É comum realizar eletrodeposições de ouro em componentes eletrônicos, escudos de calor, díodos, circuitos impressos ou pinos de ligação. Os filmes de ouro muito finos têm uma excelente refletividade ao infravermelho, uma boa resistência à corrosão e garantem um baixo ruído de contato. Também se utiliza ouro em ligas destinadas a próteses dentárias, contatos elétricos, equipamentos químicos, fotografia, etc.

 

 A TRAGETÓRIA DO OURO Valor do ouro

Ninguém sabe realmente como a mineração do ouro começou. No início, era encontrado por cima da terra, e bastava peneirar com água para que ele aparecesse, mas o metal incrustado em outras pedras começou a exigir novas técnicas de extração. No Egito, por exemplo, usava-se fogo para aquecer as pedras e água fria para provocar um choque térmico e rachá-las. As técnicas foram se desenvolvendo ao longo do tempo e no século 2 a.C., os romanos desenvolveram a mineração hidráulica, usando canais e rodas de água para ajudar no transporte e na separação dos metais.
A grande revolução na extração do ouro aconteceu nos Estados Unidos, quando surgiram novas técnicas de perfuração, que usavam diques, jatos de alta pressão, dinamite, mercúrio e britadeiras para cavar poços. Hoje em dia tudo está ainda mais evoluído, pois a tecnologia está a favor do homem também neste seguimento, podem-se usar sondas rotativas e prospecção com mapas geológicos, que facilitam o trabalho, pois galerias bem escavadas e ventiladas dão mais conforto aos mineradores, além disso, muitas minas são informatizadas.
As primeiras joias de ouro que se tem notícia foram achadas por arqueólogos em um cemitério na Bulgária no ano 5000 a.C., cerca de 3 mil braceletes, colares e brincos. Nessa época, ele ainda era visto como um metal comum, apesar de ser mais raro que o ferro ou o cobre, e também era usado para fabricação de objetos usados no dia-a-dia, como canecas e pratos, por exemplo. Até aqui, o ouro tinha um valor divino, dado principalmente pela civilização egípcia, mas o Império Romano começou a usar moedas de ouro, tornando-o dinheiro a fazendo com que perdesse essa divindade. Após a queda do Império Romano, as minas ficaram em segundo plano, pois com o feudalismo, o comércio voltou a ser feito com base na troca de produtos, e o ouro deixou de ter valor de moeda.
No século XVI, a América foi descoberta, e com ela, muito ouro. Os espanhóis encontraram toneladas de ouro e enviaram tudo para a Espanha, passando a explorar a prata da região quando o metal dourado se esgotou. No século XVII foi a vez de explorar Minas Gerais, no Brasil, e a produção era tanta, que existiam navios especiais para leva-lo até Portugal. Isso aconteceu porque o metal brasileiro estava na superfície, perto de rios e morros, bastavam peneiras ou bacias para retirá-lo.
Atualmente os maiores fornecedores de outo são a África do Sul, a China e a Austrália e 10% da produção é destinada à indústria da tecnologia, na fabricação de celulares e televisores, por exemplo, e também na indústria farmacêutica, pois o metal ajuda a curar artrite e rejuvenesce a pele.

Ouro 24h

COMO É MEDIDO O VALOR DO OURO Grama do ouro

Para quem pensa em investir em ouro, é importante saber que ele é um dos investimentos mais procurados atualmente, pois ele é a melhor proteção contra a inflação e pode ser investido em barras, lingotes, moedas ou em pó. De acordo com especialistas, são vários os fatores que influenciam seu valor no mercado mundial, como veremos a seguir:
Oferta x Procura: assim como todos os produtos no mercado, com o ouro não é diferente, se a procura for maior do que a oferta, o preço inevitavelmente vai subir. Hoje em dia os maiores investidores são os chineses e os indianos, portanto, estes países são observados atentamente pelo mercado. Os fatores que influenciam a procura são diversos, e entre eles estão os socioeconômicos e os culturais.
Políticas Econômicas dos Bancos Centrais: o banco central é encarregado de guardar as reservas de ouro do país, ele precisa estar atento às diferentes políticas e mudanças no seu modo de operação porque isso afeta o preço global do ouro. Quando há desvalorização da moeda do país, o preço do ouro tende a aumentar, pois ele é como um seguro e irá manter seus ativos intactos até que os valores de moeda se estabilizem.
Indústria Mineira e Extração Do Ouro: muito já foi explorado e não há tantas reservas de ouro no mundo (pelo menos não que já tenham sido descobertas) e apesar das técnicas cada vez mais avançadas de exploração, não há tanto para oferecer, o que volta no fator da oferta x procura, com pouco a oferecer, os preços tendem a subir.
Petróleo: o preço do ouro e do petróleo estão correlacionados, isto se deve ao fato de que o aumento dos preços do petróleo causam um aumento da inflação, o que por sua vez, leva a um aumento no preço do ouro. Outro fator que joga o preço do ouro nas alturas é a exigência que os países ricos em petróleo fazem, muitas vezes, para que os barris sejam comprados com ouro.
Dólar Americano: a cotação do dólar influencia inversamente na cotação do ouro. Quando o dólar está em alta, o valor do ouro cai, e este é um dos fatores que mais influencia o valor do ouro no mercado mundial.
Sua cotação é fixada duas vezes ao longo do dia, a primeira às 10:30h e a segunda às 15:00h (hora de Londres) pelo London Gold Market Fixing, entidade reguladora criada em 1919. Essa cotação tem por base o ouro de 24K e a onça troy ou o grama. Onça é um sistema de medida de massa, no sistema troy, relativo a metais preciosos e gemas, assim como medicamentos, a onça vale 31,104 gramas. Para simplificar, podemos dizer que 1 kg de ouro = 32,15 onças troy.
Se você pensa em comprar ouro, agora já sabe o que precisa para começar seu investimento![/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Open